eventick - segurança para evento
Dicas

A equipe de segurança tem uma função importantíssima em um evento: garantir a proteção e o bem-estar do público, além do andamento tranquilo de todas as atividades. É preciso levar em conta uma série de fatores antes de fazer esta escolha, como treinamento, experiência e custo-benefício.

Sim, sabemos que definir o time que cuidará da segurança do seu evento não é uma tarefa fácil. Existe uma grande oferta de profissionais e de empresas especializadas no mercado, mas nem todos têm o perfil certo para determinado tipo de evento, pois cada um deles tem suas demandas específicas em termos de segurança.

Pense comigo: um evento esportivo, especialmente se contar com a presença de torcidas rivais, provavelmente precisará uma equipe maior e mais experiente do que um evento no campo, por exemplo. É preciso atentar para esses detalhes antes de estabelecer suas necessidades e bater o martelo sobre o time de seguranças que você irá contratar.

Confira nossas dicas para escolher a equipe de segurança que trabalhará no seu evento. Vamos lá:

1. Pesquise bastante e colha o máximo de referências possível

Se você é um produtor de primeira viagem e nunca contratou uma empresa de segurança na vida, reúna diversas indicações e dicas de quem já o fez antes. Procure saber informações como postura de trabalho, credibilidade, eficiência, capacidade de lidar com contratempos e, claro, o preço dos serviços.

A experiência comprovada na área também conta muitos pontos, já que demonstra que terão capacidade de resolver imprevistos, os quais, por mais que você queira, sempre acontecerão.

Você tem uma demanda específica como necessidade de contratar só seguranças do sexo feminino, por exemplo? Caso seja possível, converse com produtores que já organizaram eventos semelhantes ao seu, para que os resultados se aproximem do que você espera.

2. Escolha um local que viabilize a atuação da equipe de segurança

Antes do dia do evento, você deverá levar o seu time de seguranças ao local onde o evento será realizado para que eles possam estar cientes da disposição do espaço, das entradas e saídas e de onde ficará a equipe médica, por exemplo, bem como onde encontrar os equipamentos necessários em caso de emergência.

A depender do perfil do evento – especialmente se ele for de grande porte, como uma decisão de campeonato ou um festival – uma boa ideia é treinar previamente a equipe para lidar com imprevistos por meio de simulações de situações de perigo e/ou emergência. Essa prática foi adotada pela produção da Copa do Mundo realizada em 2014 aqui no Brasil e gerou um impacto positivo ao ser divulgada para a mídia e a opinião pública.

Como dissemos acima, se houver torcidas rivais no mesmo espaço, deve haver profissionais da segurança posicionados nos dois lados do local e eles devem estar extremamente atentos a qualquer agitação ou movimentação fora do normal.

3. De olho na quantidade e na organização dos seguranças

Algumas questões como grande quantidade de pessoas, convidados famosos e maior consumo de bebida alcoólica refletem diretamente no tamanho da equipe de segurança que precisará ser contratada. Quanto mais gente, maior deve ser o time de seguranças.

Não economize no número de profissionais: com segurança não se brinca e, como já dissemos antes, imprevistos sempre podem acontecer. Vale a pena fazer um investimento maior para proteger os convidados e para estar preparado para lidar com eventuais incidentes.

Outra questão que não pode ser esquecida é que a equipe precisa estar informada de todo o andamento do evento em todos os ambientes do evento. Os equipamentos de comunicação, como walkie talkies, também são muito úteis para resolver imprevistos sem chamar a atenção dos convidados.

4. Como a equipe de segurança deve atuar

Uma boa equipe de segurança é aquela que atua de forma pacífica e discreta na solução das questões que surgem durante um evento. É essencial que a equipe escolhida seja treinada para manter o controle independentemente do que acontecer.

Uma atitude truculenta pode piorar uma situação de briga e acabar colocando as pessoas em risco ainda maior, ao invés de cumprir sua função de protegê-las e garantir o seu conforto durante todo o evento e isso é algo que você não quererá de jeito nenhum.

Uma boa iniciativa é misturar profissionais de segurança fardados a outros à paisana, o que garante, ao mesmo tempo, mais discrição e uma atuação mais eficiente por parte da equipe. Algumas pessoas se sentem desconfortáveis se estiverem cercadas por seguranças de todos os lados, por isso esse tipo de “atuação mista” é uma ótima ideia para deixar os participantes seguros e mais confortáveis em seu evento.

Se você tem experiência ou dicas a mais, compartilhe conosco! Se achou esse artigo útil, compartilhe com sua rede e ajude a criar eventos mais seguros!