pool me in
DicasTemas e Locais

Foto: I Hate Flash

Céu azul, altas temperaturas, clima de férias no ar. Não restam dúvidas: o verão veio com tudo! E, para aproveitar a estação mais quente do ano, nada melhor do que uma pool party daquelas, com direito a piscina o dia inteiro, comidas e bebidas deliciosas e as melhores companhias, não é? Mas como colocar esse “sonho de uma noite de verão” em prática?

Bom, se você não tem uma piscina por perto, não se desespere. Uma alternativa às pool parties são as boat parties, isto é, as festas em barcos, que podem acontecer no mar, no rio ou até mesmo em um lago, se for o caso. Se nada disso for viável, até mesmo uma piscina inflável – com os truques certos – pode resolver o problema. Seja qual for a situação, o que não pode faltar em uma pool/boat party inesquecível? Nós te contamos a seguir:

1. Capriche na escolha do lugar

Aqui, como há a necessidade de termos água envolvida, a escolha do espaço é importantíssima para o desenrolar do evento. O ideal é contar com uma piscina com algum espaço ao redor para acomodar os convidados, a decoração e os petiscos e bebidas. Acomode as cadeiras de jardim, de praia ou, se você quer algo mais informal, almofadas ou esteiras para garantir um ambiente aconchegante para os participantes entre um mergulho e outro.

A escolha do lugar também poderá influenciar na decisão sobre os comes e bebes. É nessa hora que se vê a viabilidade de fazer um churrasco – se o local tiver uma churrasqueira ou se houver capacidade para colocar uma portátil -, de colocar uma grande mesa com as comidas ou, se a coisa for mais “profissa”, contratar um serviço de buffet para servir petiscos especiais aos participantes. Se houver espaço e condições financeiras, disponibilizar um freezer ou um carrinho de picolé é uma ideia que combina perfeitamente com os dias mais quentes do ano! Contratar um serviço de bar para criar drinks ~refrescantes~ e supercoloridos também cai muito bem!

2. De olho na infraestrutura

Se estiver tudo resolvido com essa parte, entremos nos detalhes: existem tomadas e/ou fontes de energia ao redor do espaço? Se não houver, considere alugar um ou mais geradores para garantir o funcionamento dos equipamentos eletrônicos e evitar dores de cabeça durante o evento.

Outra questão: como será feito o descarte dos resíduos? É essencial retirar todos os restos de alimentos e garrafas de bebidas da piscina e de seu entorno após o fim do evento. Isso é especialmente importante se estamos falando de uma boat party, para que não haja restos de materiais jogados no mar ou no rio depois que a festa terminar. O meio ambiente agradece!

3. Invista na decoração para criar um clima de verão!

Definido o espaço, vamos a uma das partes mais divertidas de se organizar uma pool party: elaborar a decoração. Vale tudo na hora de criar uma atmosfera de verão: cadeiras, esteiras, cangas, boias, guarda-sóis, mesinhas portáteis, coolers decorados, tudo aquilo que te faça se sentir nas areias da praia e de frente para o mar.

Como estamos falando de banho de piscina – ou de mar/rio, a depender do caso -, não se esqueça de disponibilizar toalhas sequinhas para os seus convidados, utilizando-as, inclusive, como mais um item de decoração do evento. Invista em cores vivas e em uma decoração leve para compor o cenário perfeito para se divertir, relaxar e, quem sabe, pegar aquela cor e afastar o famigerado “bronze de escritório!”

Fique ligado! Para não correr risco de acidentes com vidro na piscina, uma boa ideia é apostar nos copos descartáveis ou retornáveis. Você pode, inclusive, pedir que os participantes levem e/ou “criem” seus próprios copos para deixar o evento mais divertido. Ou, se for o caso, você pode presenteá-los com copos personalizados do evento, que poderão ser reaproveitados ou utilizados como um souvenir.

4. Engaje os participantes

Este item é imprescindível em qualquer tipo de evento, mas, no caso das pool parties, ele ganha uma importância especial. Já está mais do que provado que os melhores eventos são aqueles que investem na experiência dos seus participantes, então de nada adianta uma estrutura incrível se o evento não conseguir engajar os seus participantes. Isso é o que REALMENTE faz o evento ser inesquecível e permanecer “na boca do povo” mesmo depois de acabar.

O que nós queremos dizer é que a pool party deve criar um clima de descontração e um ambiente propício à interação entre os participantes. Crie uma pista de dança – o que envolve escolher as músicas certas, como falaremos no próximo tópico – e dê espaço para as pessoas circularem livremente ao redor dela, o que facilita bastante a conversa entre as pessoas. Se o evento durar o dia inteiro, você pode organizar jogos e brincadeiras especiais na piscina para deixá-lo mais divertido.  E lembre-se sempre: menos é mais! Quando estiver montando a decoração, coloque poucas cadeiras para que os convidados “sejam forçados” a circular por todo o evento!

5. Aumente o som: música une as pessoas!

Não há como negar o poder que tem a música certa tocada na hora certa. Sim, nós sabemos que cada evento tem o seu próprio estilo musical e que isso fica a critério da produção de cada um deles, mas o que não pode faltar é estabelecer uma conexão com o público da festa. Seja eletrônico, pop, brasileiro, rock, funk etc., o estilo musical tocado deve ser a que o povo quer ouvir.

Como já dissemos acima, a palavra de ordem é engajamento, então invista em músicas que combinem com o perfil do seu público e divulgue com antecedência, pelo menos em linhas gerais, qual será o principal estilo adotado, para atrair os participantes antes de as portas se abrirem. Além disso, ao informar o estilo musical e/ou as atrações antes do dia da festa, você atrai quem realmente quer estar ali e evita surpresas desagradáveis para quem não curte um ou outro ritmo.

E aí, gostou das nossas dicas para organizar uma pool party? Divida suas opiniões conosco nos comentários!

 

eventick - eventos em casa
Temas e Locais

Receber os amigos para eventos em casa pode ser muito agradável, especialmente se estivermos falando daquelas pessoas mais próximas com quem você pode passar horas e horas conversando ou, simplesmente, aproveitando bons momentos juntos. Para completar, não ter de se preocupar com o carro, táxi ou com a clássica indagação “como vou voltar para casa?” também soa bem atraente, não é?

Ficou animado com a ideia? Ótimo! Mas é importante lembrar que é preciso se planejar com antecedência para que tudo funcione bem e o encontro seja inesquecível para todos os envolvidos. Quanto antes, melhor, pois você terá mais tempo de consultar as opiniões dos convidados e para providenciar tudo o que será necessário.

Para facilitar a sua vida, reunimos algumas ideias bem legais e o que você precisa saber para organizar uma reunião daquelas no conforto do seu lar. Olha só:

1. Bufê: prós e contras

Para quem quer praticidade e um pouco mais de sofisticação, bem como dispõe de um orçamento maior, esta é a escolha mais acertada. Com estrutura móvel, esse tipo de serviço leva os profissionais para elaborar um menu completo, com entrada, petiscos, prato principal e sobremesa junto com o anfitrião, garantindo o sucesso dos seus eventos em casa.

Alguns bufês possuem cardápios especiais, com opções deliciosas para os convidados com restrições alimentares como os vegetarianos, veganos ou quem tem intolerância a glúten ou a lactose. Certifique-se antes com os participantes do seu evento se este é o caso de algum deles ou se há outras preferências que podem ser encomendadas ao bufê.

A arrumação e os extras como pratos, guardanapos e copos podem vir com o bufê ou ficar a critério do organizador. Caso você mesmo prefira organizar a mesa, este infográfico bem prático pode ajudá-lo direitinho nesta tarefa.

 

como-arrumar-a-mesa

Fonte: “Como arrumar a mesa

2. Mãos à obra: é a vez do esquema “do it yourself”

Se o seu orçamento não está tão folgado assim, não tem problema: como diz o ditado, “o trabalho dignifica o homem” e, com organização e disposição, você pode preparar um almoço ou jantar perfeito para receber as pessoas queridas.

Esse modelo é ideal para reuniões menores e com amigos mais próximos, pois podem ser montadas com ingredientes mais simples e que podem ser encomendados em supermercados ou padarias ou até mesmo feitos em casa. Sanduíches mais elaborados cortados em pedaços sanduíches e sobremesas simples como brigadeiro de colher ou brownie com sorvete são opções sempre válidas e bem aceitas.

O segredo é usar a criatividade e fazer um evento agradável, leve e barato!

2.1 Organização e comidas

Basta ter uma boa organização e planejar os detalhes do seu evento com antecedência, respeitando as particularidades da sua casa, o orçamento, o tipo da celebração e o perfil dos seus convidados. Nesse caso, a dica que demos acima sobre consultar previamente os convidados sobre suas preferências e eventuais restrições também deve ser posta em prática, para garantir a satisfação de todos.

Uma ideia eficiente é montar uma mesa com vários tipos de comida e sobremesa, com as bebidas à parte, para que os convidados possam se servir à vontade e o anfitrião tenha mais tempo de aproveitar a comemoração.

Se não for possível fazê-lo, o ideal é servir aperitivos ou pratos principais que possam ser comidos em pé ou em assentos “não convencionais”, pois a tendência é que, quanto mais gente houver no evento, não haja cadeiras à mesa para todos os presentes. Além disso, nesse tipo de evento os convidados costumam ficar movendo-se pelo espaço, o que pede que você planeje bem onde ficarão os petiscos e/ou doces (se houver), para facilitar a circulação e a acomodação das pessoas.

Para o cardápio, é bom fazer uma lista com tudo o que for utilizar e todas as receitas para não haver contratempos. Pedir ajuda a algum dos participantes do evento ou mesmo àquele amigo que tem dotes culinários é sempre uma opção, bem como solicitar aos presentes que o ajudem a organizar o espaço também. Se eles toparem, pode ser, inclusive, divertido e ajudar a não sobrecarregar o anfitrião. Se o evento for planejado com antecedência, o organizador pode comprar os ingredientes aos poucos, especialmente alimentos e materiais não perecíveis.

2.2 Bebidas

Providencie as bebidas, mas tenha em mente que alguns convidados podem levar bebidas como forma de agradecimento. De toda forma, é melhor não contar com a sorte e calcular a quantidade das bebidas sem levar em conta possíveis garrafas extras, para evitar contratempos.

O cálculo das bebidas pode variar bastante de acordo com a quantidade e o perfil dos convidados e com a duração do evento. Contudo, existem alguns valores que foram convencionados para calcular a quantidade de bebidas de uma festa. Lá vai: uma garrafa de vinho para cada duas pessoas em um intervalo de duas horas, duas garrafas de cerveja por pessoa na primeira hora e mais uma garrafa pelas próximas horas, uma garrafa de whisky para oito pessoas e 1 litro de água para cada três pessoas. Para sucos e refrigerantes, a estimativa é de 400 ml por pessoa. Lembrando que essa conta varia bastante, mas ter uma base da qual partir já ajuda bastante, não é?

3. Invista em decoração e ambiente

Já que você e sua turma não vão gastar com o aluguel do espaço – Ufa! Ele é um dos itens mais caros na produção de um evento – que tal separar uma parte do orçamento para fazer uma decoração bem criativa? Primeiramente, defina em que parte da sua casa o evento será realizado.

Vai ser no terraço, no quintal ou na área externa da casa? Se sim, você deve prestar procurar saber exatamente a quantidade de pessoas que participarão, para que você possa disponibilizar cadeiras, sofás ou almofadas – o que mais combinar com o estilo do evento – para todos.

Lembre-se de pensar em soluções para uma eventual mudança no clima, como toldos ou guarda-chuvas para proteger os seus convidados e a mesa dos comes e bebes.

Feito isso, chegou a hora de deixar o evento mais bonito. Se a grana está curta, itens como velas, bandeirinhas e até mesmo sua própria luminária, se usados do jeito certo, podem dar um toque bonito e aconchegante à decoração.

Faça uma limpeza caprichada, compre flores e outros itens de decoração para deixar o ambiente mais bonito. Não deixe de fazer uma seleção de músicas que agrade a todos os convidados para ficar tocando ao fundo durante o evento. Faz toda a diferença!

4. Prepare um “kit de primeiros-socorros”

Deixe à disposição de seus convidados, pode ser no banheiro, um kit com fio dental, lenços umedecidos, curativos, sal de fruta, analgésicos, entre outros produtos. Assim você evita desconfortos durante o evento. Não se esqueça de deixar disponíveis alguns rolos extras de papel higiênico e toalhas de mão.

5. Finalize com uma lembrancinha

Para fechar seu evento em grande estilo, ofereça uma lembrancinha como agradecimento a quem compareceu. Pode ser algo relacionado ao tema da festa ou um docinho, uma trufa, um pão de mel ou bolinho embrulhado em papel bonito. Até mesmo uma foto de uma câmera instantânea sua e de seu convidado com uma mensagem escrita ou mesmo de toda a turma pode ser uma ótima lembrança dos bons momentos vividos ali!

E aí, você tem mais dicas para organizar eventos em casa? Somos todos olhos e ouvidos!

eventick - como fazer convites
Dicas

O sucesso de qualquer acontecimento começa pelo convite. Ele é sua primeira chance de despertar o interesse de seus convidados e deixá-los contando os dias para a realização de seu evento. É, também, a oportunidade de demonstrar que a presença deles é muito especial e de conquistar, logo de cara, o seu público.

O convite deve ter o estilo de quem convida e o que será adotado para o restante do evento. Sendo assim, abre-se espaço para a personalização e diversas variações de tamanho, linguagem, formato, direção de arte e muito mais.

Contudo, sejam quais forem as particularidades do seu evento e, por tabela, do seu convite, algumas informações essenciais devem estar presentes para garantir que seus convidados saibam de tudo o que for necessário.

Os principais elementos são o nome do anfitrião, nome do convidado, tipo de evento (formal ou informal), hora, data, local e dress code, se houver. Você também deve informar se o convite é intransferível, se o convidado pode levar acompanhantes e se é necessário confirmar presença previamente.

1. Uma imagem vale mais do que mil palavras: invista na beleza e originalidade de seu convite

A parte visual é a primeira coisa que será notada, então capriche. Em eventos formais, como casamentos e formaturas, o melhor é ser tradicional. O papel de excelente qualidade com impressão em preto é ainda a melhor escolha para esses casos.

Caso o seu evento seja mais informal, dê asas à imaginação e abuse da criatividade. Alguns organizadores têm dado um show em matéria de originalidade ao elaborar seus convites, o que, certamente, gera um impacto enorme sobre quem o recebe.

Referências a elementos da cultura pop como jogos, filmes e brincadeiras de criança são muitíssimo bem-vindos e costumam chamar a atenção e surpreender positivamente os convidados.

É importante que os convites para um evento acompanhem o clima da celebração e sejam uma dica do que seus convidados podem esperar. Saia do óbvio e mãos à obra!

2. Antecedência é palavra de ordem

O prazo ideal para o envio depende do tipo de evento. No caso de casamentos, conferências, palestras e eventos com presença de autoridades, a antecedência deve ser de, no mínimo, 30 dias.

De modo geral, o ideal é fazer o pedido dos convites impressos cerca de quatro a cinco meses antes do evento. É importante que haja tempo suficiente para definir modelo e papel, aprovação de texto, produção dos convites e prova, além da distribuição, é claro. Uma boa dica é encomendar entre 10% e 15% a mais do que sua lista de convidados, assim você não terá problemas com esquecimentos.

Se os convites forem para eventos sociais e empresariais, 15 dias de antecedência bastam. Quando se trata de eventos informais, as pessoas podem ser convidadas até uma semana antes.

Caso estivermos falando de uma ocasião formal, o ideal é que os participantes sejam convidados com, no mínimo, seis semanas de antecedência.

3. Convites virtuais: como e quando usá-los

Já falamos anteriormente sobre as vantagens de vender de ingressos online, como a praticidade, rapidez e economia, e o mesmo vale para os convites. Contudo, apesar de facilitar bastante o trabalho do organizador, é preciso observar alguns detalhes importantes ao optar por enviar os seus convites virtualmente.

Se possível, peça aos seus convidados para enviarem confirmações de sua presença ou, se for o caso, efetuar sua inscrição previamente, para que você possa ter o controle de quantas pessoas irão ao evento.

Essa informação é importantíssima para que você possa preparar o espaço, contratar profissionais para atender às demandas dos convidados e calcular a quantidade de alimentos e bebidas que serão comprados e servidos aos participantes.

A depender do estilo do evento, o convite pode ser feito pelas redes sociais, especialmente pelo Facebook. Se estivermos falando de um evento mais informal, como uma festa de aniversário, por exemplo, essa medida dará conta do recado.

Nesse caso, você tem o benefício de criar uma discussão ou postar fotos/músicas que funcionarão como teaser do evento. Como cada um que confirma presença costuma fazer ou gerar comentários, isso facilitará bastante a permanência do seu evento na mente das pessoas sempre que elas derem uma olhadinha na rede social. Reforce o convite via e-mail ou telefone para aqueles amigos que são menos conectados.

4. E na hora de elaborar uma lista de convidados, o que você não pode esquecer?

Para que o envio dos convites seja bem-sucedido, uma boa pedida é preparar, antes de distribuí-los, uma lista de convidados bem detalhada para o evento. Você pode reunir os convidados em grupos como trabalho, família e amigos, ou, caso você não tenha tanta proximidade com eles, pode elencá-los por profissão, empresa em que trabalham ou área de interesse.

A primeira medida é analisar o seu orçamento e a partir daí calcular o número de pessoas que você pode convidar sem gastar mais do que o previsto. Sim, sabemos que esta seleção é sempre difícil de ser feita, mas lembre-se de ser o mais criterioso possível na hora de fazê-la, pois isso impactará diretamente no seu evento.

Em geral, a maioria dos serviços de bufê costuma estar preparada para servir até 10% a mais do que o número de pessoas contratado e costumam cobrar pelo excedente. Verifique como isso funciona antes de fechar o contrato e esteja preparado para contar com mais ou menos pessoas do que o planejado.

Tenha em mente também que, normalmente, cerca de 15% a 20% da sua lista de convidados não deverão comparecer e, entre as pessoas que confirmaram presença, cerca de 10% irão faltar.

A boa notícia é que a tecnologia (sempre ela!) pode te dar aquela força ao organizar a sua lista de convidados. Aplicativos como o Zkipster e o Guest Manager ajudam você a elaborar e gerenciar a sua lista de convidados, bem como controlar o check-in dos participantes no evento. Tudo o que você precisava, hein?

Você tem mais dicas para preparar um bom convite para um evento? Fique à vontade nos comentários!

eventick - amigo secreto
Temas e Locais

Pode preparar a criatividade e separar aquele tempinho na agenda: já é hora de comprar os presentes de fim de ano! Não sabemos ao certo a origem dos amigos secretos, mas a brincadeira é uma ótima alternativa para facilitar as compras e enxugar a sua lista de presentes de natal. Imagina presentear todo mundo que faz parte da sua família, trabalho ou grupo de amigos? Assim não tem conta bancária que resista, não é?

Além de ajudá-lo a não começar o ano novo no vermelho, os amigos ocultos também deixam as confraternizações mais divertidas, interativas e todo mundo se sente contemplado e no clima dos festejos de fim de ano.

Mas como encontrar tempo entre tantas atribuições – relatórios anuais, conclusão de projetos, confras todos os dias da semana – para organizar este tipo de evento?

A boa notícia é que existem formas bem simples de deixar a brincadeira mais legal. Olha só as dicas que separamos para vocês:

1. Amigo Secreto Tradicional

Como será o formato da brincadeira? No esquema mais conhecido, cada participante sorteia uma pessoa para presentear e só revela quem é no dia da troca de presentes.

O sorteio pode ser feito utilizando papéis com os nomes de todos os envolvidos ou através de sites especializados como o Amigo Secreto ou o Draw Names, que facilitam bastante a vida de quem mora longe ou de um grupo que não tem como se reunir com antecedência antes do evento.

Após o sorteio, os participantes informam o que gostariam de ganhar e suas preferências de cor/tamanho para roupas e acessórios. A partir daí, definem-se limite de preço, tema dos presentes – algumas pessoas fazem um amigo oculto só de comidas/bebidas, outras só de livros ou DVDs, só de lingeries (quando só há mulheres envolvidas) -, decoração e eventuais surpresas para o grande dia – quanto mais, melhor.

Ao escolher o presente, procure opções que combinem com a personalidade e as preferências da pessoa escolhida, para que a escolha não pareça genérica. Se você não conhece o seu amigo secreto muito bem, peça ao grupo todo – para não gerar suspeitas – para dar dicas sobre o que gostariam de ganhar dentro da faixa de preço delimitada. Isso ajuda bastante!

Na hora de adivinhar, quem presenteia pode descrever, responder perguntas, relacionar a pessoa a uma música ou filme ou até mostrar uma foto do seu amigo secreto quando era criança para descobrirem de quem se trata. Sinta-se livre para ser original e propor novas ideias!

2. “Amigo Ladrão”

Essa opção, muito utilizada por ser mais dinâmica, consiste em colocar todos os presentes em uma mesa e realizar o sorteio dos nomes ou números na hora. O primeiro sorteado ou quem tira o número 1 escolhe um pacote e o abre na frente de todos.

A partir daí, os próximos participantes podem escolher se querem o escolher um presente ainda embrulhado ou se preferem “roubar” de quem já escolheu. Cada presente só pode ser “roubado” uma vez por rodada e, no máximo, três vezes ao longo da brincadeira.

Nesse tipo de amigo oculto, presentes unissex e mais versáteis como objetos de decoração, cadernos ou vinhos são preferíveis, pois podem agradar a quase todos os participantes.

3. “Amigo artista”

Sabe aquele amigo que todo mundo diz que tem uma voz super bonita, mas nunca tem coragem de cantar fora do chuveiro? Eis uma ótima oportunidade para perder a vergonha e dar uma música de presente ao seu amigo secreto!

Nesse tipo de brincadeira, cada um “faz” o seu presente, com um toque ou um talento pessoal. Você gosta de escrever? Pode presentear o seu amigo oculto com um texto, conto ou poema. Tem aquele jeito para as artes plásticas? Que tal pintar, montar ou até costurar algo?

O legal desse esquema é que os presentes ficam com a cara de quem presenteia, são criativos e têm um tom de “hand made”, produzindo um valor afetivo junto a quem ganha. Bem interessante para um grupo de amigos mais próximos!

4. Inimigo secreto ou “amigo da onça”

Que tal aproveitar a oportunidade para deixar o amigo oculto mais engraçado? Uma ótima opção é o inimigo secreto, também chamado de “amigo da onça”, onde você tem que dar um presente que a pessoa NÃO gostaria de ganhar ou que possa gerar muitas piadas com o presenteado.

Muita gente faz o amigo e o inimigo secreto no mesmo dia, para que todos possam aproveitar o lado bom e “ruim” da brincadeira. Risadas são garantidas! 🙂

Mais alguma dica para organizar ou participar de amigos secretos? Nós queremos saber!